domingo, 6 de junho de 2010

Quando canso


Que ideia é esta de encarar uma centena de pequenos textos para revisar e um livro de quase 500 páginas (o livro é coisa de amiga, porque não sou revisora), tudo ao mesmo tempo? Quero dizer ao mesmo tempo em que converso com Edmê e Clouse no msn. Com a primeira, em pretendido francês, que ela é chique que só, uai! Com a segunda, em português mesmo, porque em italiano (la ragazza), só daqui a uns meses. No ar está também o agora universitário Davi, com quem falo em tuitês, a 140 por ideia. Sem contar umas chamadas a que respondo no gmail e as ligações que preciso fazer por telefone, pois amanhã é o início dos preparativos finais pro 'Arraiá do Bem-querer', uma invencionice das boas, que leva a gente, do embalo deste teclado pros botões de uma sanfona.
Felizmente tenho juízo. Se canso olho "a palha do coqueiro quando o vento dá" e paro pra alimentar um blog recém-inventado, movida ainda, desde ontem, a John Coltrane, com direito a uma pausa para a 'Conversa de Matuto', quadro do Programa 'Nação Nordestina', apresentado, nas manhãs domingueiras, por Paulo Correa na Aperipê FM 104,9 e com a participação, hoje, do poeta João Brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga, então...