terça-feira, 24 de junho de 2014

Do abraço

para Antonio Brasileiro

Foto: http://www.pipocadebits.com/2012/12/dedos-cheios-de-vida-em-divertidas.html

Eu recebi seu abraço
por Jozailto, o poeta.
Fiquei insone, inquieta,
mais um pouco que um bocado,
por não cumprir com o falado:
mandar agradecimento,
que era, sim, meu intento.
Já demais encabulada,
um tantinho atarefada,
as palavras foram ao vento.

Foi aí que o feicibuque
me deu oportunidade
de festejar a idade
de quem é, das letras, Duque.
Deixo, pois, o meu batuque
temperado com um querer:
seu verso bonito. Pra ter
emenda feita em soneto,
sarau com lua em coreto,
poesia que faz doer.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Devolutiva

http://a-brasileiro.blogspot.com.br/

Das brenhas do mundo imenso
de Antonio Brasileiro,
há porta de saída no porvir,
mas nada de promessa
de facilidade,
mas nada de carimbo
de felicidade.

Ao poeta, a vida!
Esta mesma, de fatos calosos.