quinta-feira, 21 de maio de 2015

De passagem

Da janela - de Madri a Barcelona

No instante do acordar,
bem aquele em que meus
olhos piscam pro acender
e se lembram de que tudo
foi ontem, confiro o papel
da passagem e nem sempre
reconheço a estação. 


Bilheteiro, o destino!
A resposta é arranque
maquinado num verbo: 
seguir.

Na veia

Da minha página Diminutas


A vida em gotas

Foto: Gabriela Correia

Em cada gota de soro,
pinga na veia a severidade
dos amanheceres maternos
nas calçadas da meninice.
Em cada gota, pinga
a saudade mal sentida
do pai que cedo se fez retrato
na galeria da vida dos netos.

Pinga na veia
a expectativa do encontro
com a mocinha do pontilhão,
que lhe daria seis prendas.

Em cada gota de soro,
um mergulho de volta
no mar de seu sangue.