terça-feira, 19 de abril de 2011

De não saber

De brincadeira

De não saber

dou-me a dizer.
De tanto dizer
às vezes penso que sei.


Gosta de histórias? Pela hora da morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga, então...