terça-feira, 25 de novembro de 2014

Porção extra de lume


no retrato da sala,
ele viu
a muda de lume
que carrego cá dentro,
no lado meio esquerdo
da vida,
pro caso de o ocaso
se acender mais cedo
em mim.

não que eu precise
de tempo.
a poesia,
em sua falsa calmaria,
é quem quer
mais horas em meu peito.

por isso vamos,
meu amor,
ajustar
agora mesmo
as cortinas do sol.

3 comentários:

  1. http://abelardicas.blogspot.com.br/2015/06/aglacy-mary-porcao-extra-de-lume.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Rosivaldo, por levar meus versos a suas Abelárdicas.

      Excluir
    2. You're welcome, my dear.
      Eu até poderia reproduzi-los inteiramente em meu blog. Mas dou só um gostinho pra animar os passantes a clicar e ver não só seu texto, mas também a lindeza que é seu blog.

      Excluir

Diga, então...