terça-feira, 22 de maio de 2012

Secura



haja poeta nesta terra!
haja, ademais, cantador
pra aliviar, na refrega,
as marcas de sol e dor

se, nessa ardência dolente,
a minha rima secasse,
se da viola a madeira
na quinta nota estalasse,

se ficasse muda a sanfona,
se o pife manhecesse gogo,
por perdida eu me dava a alma,
carvoeira no meio do fogo


Leia "Off/on".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga, então...