segunda-feira, 3 de março de 2014

Mulher


Respeitem
a sílaba e a substância
deste nome.

Não há fruto que ignore seu peito,
raiz que não rasgue seu ventre.

E na força de sua ideia,
a espécie alça voo.

Você pode gostar de ler ¡No lo necesito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diga, então...